Destruído.

Outro dia uma pessoa muito especial me apresentou uma banda chamada Rubel, e a música era “Quando Bate Aquela Saudade”. Eu amei de primeira, vi o clipe lindo, tanto que me destruiu. Sim, me destruiu por dentro. Eu precisei ficar ouvindo essa música por pouco mais de uma hora e mesmo assim não pareceu o bastante.
Eu senti um turbilhão de coisas, tomei o “baque”, arrepiei a cada vez que a música repetia.
Sabe aquele filme ótimo que faz jorrar naturalmente as lágrimas? Lembrei de um em especial – porque esse virou um dos filmes da minha vida – chamado “Amour”, que, consequentemente, me destruiu também. Fez pensar em perspectiva de vida, e como parece intensamente lindo ter alguém para envelhecer junto. Uma história de amor que dura décadas. Isso destruiria qualquer pessoa.
Confuso, não? Por dentro, coração aos prantos, cabeça a mil, sabe? Quando você não sabe direito o que sente direito, mas sente uma porrada de sentimentos agindo de uma vez só. Ouvir a música triste que te deixa feliz, te faz melhorar, como se fosse uma tristeza boa. Ver seu filme preferido e chorar toda vez que aquela cena em especial te emociona como não emocionaria qualquer outra cena. O nascimento de um filho e como uma mãe mal sabe o que sentir, mas sente absolutamente tudo. Você desmonta, mas não sai do lugar, e nem tenta mudar nada, porque de tão destruído por dentro, em passar por uma determinada experiência tão boa, você não quer mais voltar ao estado anterior.

Em suma, é aquele momento tão bom, mas tão bom, que você não quer entender por não saber como se sente. Você só quer viver aquele momento de infinito.

Sentir-se assim é a melhor coisa do mundo.
Sentir-se “destruído”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s